Páginas

domingo, 19 de outubro de 2008

"Projeto Brinquedos e Brincadeiras" Poesia: O CARRO



Poesia:


Meu carro



Meu carro possante é muito elegante.


Ele é importado,


O meu carro é bonito e grandalhaço e é nacional.



Meu carro é bom, é bom demais.


Ele vai no arse você deixar.



Meu carro corre, corre dentro d’agua.


Pode virar um barcopara baleia pescar,


pode pegar tubarãose você deixar.



Quando da agua sai,


Fica um aviãoLeva gente de todo a terra


Até para o Japão.


Autores: Geraldo Athanasio Urnau e Carlos de Piña



***Depois de apresentar a poesia, fizemos o carro, com caixa de sapato e cds velhos,através desta poesia eu trabalhei meios de transporte, fizemos uma pesquisa coletiva sobre transporte marítimos, aéreos e terreste, como cada criança chega na escola, a pé, de perua, de carro etc... Fizemos o registro de tudo com desenhos e fotos e pra terminar confeccionamos um espelho de luz, que ficou uma gracinha!***


Depois de apresentar a poesia "A boneca" de Olavo Bilac (postada mais a baixo)
confeccionamos uma boneca de pano, a qual as crianças pintaram, uma bola de jornal envolvida
com papel colorido e petecas de jornal com a qual as crianças brincaram uma tarde toda.

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Projeto: Brinquedos e Brincadeiras


Trabalhei no colégio onde leciono o projeto "Brinquedos eBrincadeiras", o qual foi muito prazeroso... eu pude ver em cada olhinho dos meus alunos o gostinho do descobrir algo novo, cada nova poesia que eu levava o entusiasmo em aprender, participar,falar foi o que realmente valeu a pena.
Se tem alguém que mereça de verdade os "parabéns" esse alguém são todos eles, alunos maravilhosos, inteligentes, participativos e muito, muito esforçados!



EU AMO CADA UM DE VOCÊS!!!


O Projeto:


A Educação Infantil tem como finalidade propiciar às crianças, assistência e educação, visando suprir as necessidades básicas de cada faixa etária e possibilitar seus desenvolvimentos físicos, psicológicos e sociais.


O objetivo especifico, busca educar a criança em sua totalidade, promovendo sua autonomia e preparando-a para o mundo, além de proporcionar, diariamente, oportunidades de expressão e desenvolvimento afetivo e emocional, através de brincadeiras livres e atividades dirigidas.


Este projeto traz em especial uma reflexão sobre a importância do brincar na vida de uma criança, a questão do lúdico em meio ao processo de construção do saber da criança, mostrando que o casamento entre educação e ludicidade pode trazer relevantes contribuições no que se refere à formação deste pequeno ser.


Acredito que educação no Brasil deve ser considerada como um meio de aprimoramento e aperfeiçoamento da inteligência de cidadãos brasileiros comprometidos com o crescimento do seu país. Educação nos lembra construção, desenvolvimento, aprendizagem, e com base nestes itens a criança desenvolve na brincadeira a imaginação e a criatividade.


Brincar é coisa séria...


Brincar é mais do que uma atividade sem conseqüência, a criança.brincando, ela não apenas se diverte, mas recria e interpreta o mundo em que vive, e se relaciona com este mundo e assim ela aprende.


Ao brincar a criança movimenta-se em busca de parceria e na exploração de objetos; comunica-se com seus pares; expressa-se através de múltiplas linguagens; descobre regras e toma decisões.


O brinquedo ajuda a criança a elaborar papéis que terá de exercer no futuro, é uma “invasão” ao mundo dos adultos, mas com aspecto desinteressado que só a imaginação pode oferecer.


Brincando a criança desenvolve a imaginação e a criatividade. A fantasia criativa é um bálsamo para a sua alma. Ela coloca-se como um eu criativo.




Objetivo:

Resgatar o espaço do brincar na Educação Infantil, dar às crianças o que lhes é de direito.
Dar a elas a possibilidade de explorarem vários contextos lingüísticos, para que possam fazer uso de todos eles nas diferentes formas de brincar, isso é, o jogo, a dramatização, a literatura infantil, o desenho, o movimento, a construção, a música, a pintura... As crianças só podem desenvolver suas múltiplas linguagens se puderem viver o que é próprio da infância. Dar às crianças o direito de, novamente, inventarem seus brinquedos e brincadeiras, de saírem de dentro de quatro paredes e reconquistarem o direito de correr, falar, saltar, cantar, pular, viver.



Objetivos Específicos:

  • Envolver as famílias dos alunos para que compreendam a importância da música e incentivem o permanente contato musical aos filhos.
    Ampliar o conhecimento de mundo através de vivências musicais.
    Estabelecer contato com pessoas da comunidade.


  • Estimular a criatividade através de descobertas de sons na utilização de elementos significativos, tais como o próprio corpo, a natureza, ambiente que nos cerca.
    Estimular a criatividade na construção de seus próprios instrumentos musicais, tais como violão, chocalhos.


  • Proporcionar e valorizar a entoação de músicas folclóricas do repertório nacional e regional.
    Bem como a confecção de brinquedos, sempre contextualizados através de poesias, histórias, músicas, teatros, brincadeiras de roda etc.

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Saci na garrafa
















Fiz com os alunos e ficou muito legal.


É só cortar o fundo da garrafa,

desenhar um saci vice-versa e deixar a imaginação dos alunos voar, saiu cada história que vcs nem imaginam!

quinta-feira, 14 de agosto de 2008










BONÉ DO PIU-PIU - LINDO!

(Idéia do blog: El Rincon de la Infancia, www.nutrasur-mirinconcito.blogspot.com)



História em códigos










(Idéia tirada do blog: Prazer de ensinar,www.prazerdeensinar2.blogspot.com)


UMA MANEIRA DIFERENTE DE ESTIMULAR A LINGUAGEM ORAL DOS ALUNOS, É FAZER ESTA HISTÓRIA EM CÓDIGOS .

VÁ APRESENTANDO AS CENAS E PEÇA QUE ELES CONTEM O QUE ESTÃO VENDO, USANDO OS CÓDIGOS.

PEÇA QUE DEÊM NOMES AOS PERSONAGENS, DIGAM O LOCAL ONDE SE PASSA A HISTÓRIA , QUAL A REAÇÃO DE CADA PERSONAGEM NAS CENAS....

ENFIM, EXPLOREM BASTANTE E TERÃO UMA SURPRESA, POIS CADA ALUNO VÊ E CONTA A HISTÓRIA DE UM JEITO.

Paz



















A idéia é confeccionar uma pombinha com as mãos:
1- pegue uma folha de sulfite
2- dobre-a ao meio
3- desenhe a mão perto da parte dobrada
4- recorte, deixando um pedacinho unido
5-abra e decore.
Meus alunos amaram, fiz esta pombinha logo depois de ter feito uma dinâmica, onde eu recortei
vários pedacinhos de papeis, com ordens do tipo: Dê um abraço em um amigo, faça um elogio a uma menina, diga por que você é feliz etc.
Falei sobre a paz e a falta que ela faz em vários lugares do mundo, a atividade foi bem legal!

sexta-feira, 8 de agosto de 2008








O que é folclore?

FOLCLORE É A SABEDORIA POPULAR.
É A PRESERVAÇÃO DA NOSSA CULTURA.
COMO AS ÁRVORES PROTEGEM O SOLO, A TRADIÇÃO PROTEGE A ALMA DO POVO, EVITANDO QUE AS RESERVAS DO PASSADO SE DISSOLVAM AO EMBATE DAS TRANSFORMAÇÕES COTIDIANAS DA EXISTÊNCIA.
É UM PATRIMÔNIO CULTURAL SUCESSIVAMENTE TRANSMITIDO DE PAI PARA FILHOS.
É UM ELO QUE UNE O POVO BRASILEIRO NO TEMPO E NO ESPAÇO.
FOLCLORE É O UNIVERSO ONIPRESENTE E TRANSITÓRIO FORMADO PELOS MITOS, CONTOS, VERSOS, FESTAS, COMIDAS, DANÇAS, REZAS, SIMPATIAS, CRENDICES, ANEDOTAS, ADIVINHAS, CANTIGAS, BRINCADEIRAS, DITADOS, PARLENDAS, FRASES FEITAS, ETC., INVENTADOS PELO POVO E DO TAMANHO DO INFINITO.

Agosto é mês de Folclore...

Trava-línguas:

1) Casa suja, chão sujo

2) No meio do trigo tinha três tigres.

3) Três pratos de trigo para três tigres tristes!

4) A vaca malhada foi molhada por outra vaca molhada e malhada.

5) Atrás da porta torta tem uma porca morta.


6) A naja egípcia gigante age e reage hoje, já.

7) A babá boba bebeu o leite do bebê.

8) A rua de paralelepípedo é toda paralelepipedada.

9) Bagre branco, branco bagre.

10) Bote a bota no bote e tire o pote do bote.

11) Caixa de graxa grossa de graça.

12) Essa trava é uma trova pra te entravar. Entravar com uma trova é uma trava de lascar!

13) O tatuador tatuado tatuou a tatua do tatu. Tatua tatuada enfezada, tatuou o tatu e o tatuador já tatuado!

14) Num ninho de mafagafos, havia sete mafagafinhos;
quem amafagafar mais mafagafinhos, bom amagafanhador será.


15) Luíza lustrava o lustre listrado; o lustre lustrado Luzia.

16) Cozinheiro cochichou que havia cozido chuchu chocho num tacho sujo.

17) Se o papa papasse papa, Se o papa papasse pão, Se o papa tudo papasse, Seria um papa-papão

Para o dia dos pais...

A amiga Célia Rodrigues, postou essa idéia no seu blog, e eu achei bem legal!

domingo, 27 de julho de 2008

Dia dos Pais

Cantiga





(com a melodia de Se esta rua fosse minha )

Três letrinhas, três letrinhas bem juntinhas,
lindo nome, lindo nome vão formar.
Com certeza, com certeza a palavrinha
todos querem, todos querem adivinhar.

Três letrinhas, três letrinhas bem juntinhas,
lindo nome, lindo nome vão formar.
Mas esperem um pouquinho e saberão
o lindo nome que guardo no coração.



Edição de Lenise Resende


Mensagens:




Ser pai é apenas ter filhos: um, dois, quatro ou mais? Não. Ser pai é muito mais. É uma arte feita de pequenos atos de heroísmo.


Ser pai é olhar para o pátio, com a cabeça recostada no batente da porta, e sorrir feliz com o jogo de “amarelinha” que as crianças disputam na calçada.


Ser pai é descer ao nível dos filhos e brincar com eles como criança, virar bicho, cabra-cega, cavalinho, galinha-d’angola e até jacaré que se arrasta.

Ser pai é passar a mão pelos cabelos da criança, dizendo-lhe uma frase de carinho sugerida pela emoção do momento.


Ser pai é abraçar, apertado, o filho na saída de casa e, depois, na chegada.
Ser pai é comprar um chocolate e trazê-lo de surpresa para os filhos que o esperam.


Ser pai é pedir ao filho que abra a boca para mostrar os dentinhos, e depois descobrir que precisam de retoques num dentista.


Ser pai é olhar para o termômetro às três da manhã, e sair com o filho nos braços em direção ao médico de confiança.


Ser pai é verificar as tarefas, e acompanhar a vida escolar dos filhos em reuniões pedagógicas.

Ser pai é renunciar na mesa de refeição, diante da televisão e mesmo momentos de diversão.

Ser pai é trabalhar com seriedade para que não falte nada em casa.
Ser pai é, às vezes, calar quando se tem o impulso de gritar.


Ser pai é conversar, quando as preocupações e o cansaço empurram para a acomodação num cantinho de silêncio.


Ser pai é sorrir, quando se tem vontade de chorar.


Ser pai é ouvir, quando a vontade é de falar.


Ser pai é desligar-se da televisão, quando os filhos têm algo a dizer.


Ser pai é observar as reações das crianças no dia-a-dia do seu crescimento.


Ser pai é ensinar a criança a admitir as próprias limitações e estimular sua boas tendências.


Ser pai é ensinar o respeito a todos os seres humanos, sem distinção de cor, raça, posição social, política ou religiosa.


Ser pai é valorizar a liberdade, e apresenta-la aos filhos como alimento do espírito.


Ser pai é estabelecer regras sem se deixar levar pela prepotência.


Ser pai é manter a dignidade diante da própria consciência para que os filhos compreendam a importância dos princípios morais.


Ser pai é inclinar a própria cabeça diante do sobrenatural, e conviver com os bens de consumo na sua dimensão de transitoriedade.


Ser pai, por fim, é muito mais uma questão de exemplo que de conversa.


(Anônimo)






O PAI E O FILHO NA MONTANHADe repente, o menino cai, se machuca e grita: - Ai!!!


Para sua surpresa, escuta sua voz se repetindo em algum lugar da montanha: -Ai!!!
Curioso o menino pergunta: - Quem é você?E recebe como resposta: - Quem é você?
Contrariado grita: - Seu covarde!E escuta como resposta: - Seu covarde!
O menino olha para o pai e pergunta, aflito: - O que é isso?O pai sorri e fala: - Meu filho, preste atenção,
Então o pai grita em direção à montanha: - Eu admiro você!A voz responde: - Eu admiro você!
De novo, o homem grita: - Você é um campeão!A voz responde: - Você é um campeão!
O menino fica espantado. Não entende.E o seu pai explica:
- As pessoas chamam isso de ECO, mas, na verdade, isso é a VIDA.
A VIDA lhe dá de volta tudo o que você DIZ, tudo o que vocêDESEJA DE BEM E MAL AOS OUTROS.
A VIDA lhe devolverátoda BLASFÊMIA, INVEJA, INCOMPREENSÃO, FALTA DEHONESTIDADE que você desejou, praguejou às pessoas que lhecercam.
NOSSA VIDA é simplesmente o REFLEXO das nossas ações.
Se você quer mais AMOR, COMPREENSÃO, SUCESSO,HARMONIA, FIDELIDADE crie mais AMOR, COMPREENSÃO,HARMONIA, no seu coração.
Se agir assim, A VIDA lhe dará FELICIDADE, SUCESSO, AMORdas pessoas que lhe cercam.


(Anônimo)




Frase Dia Dos Pais : Papai, eu sei que sempre posso contar com você, com seu amor, sua sabedoria. E o Dia dos Pais é o momento perfeito para dizer muito obrigado por tudo o que você fez. Eu te amo. Feliz Dia dos Pais.


Modelo de atividade cedida pela professora de crianças da igreja: Nilcéia, minha amigona!

Material: papel cartão, canetinhas coloridas e a orelha é feita de meia, taí o presentão do papai!







sexta-feira, 25 de julho de 2008

Tenha as melhores animações!


http://i246.photobucket.com/albums/gg83/slam84/mao.gif


[red][SITE SEGURO][/red]

quinta-feira, 24 de julho de 2008

A importância da poesia em sala de aula



“A poesia sensibiliza qualquer ser humano. É a fala da alma, do sentimento. E precisa ser cultivada.” Afonso Romano de Sant’Anna

Mesmo sabendo da importância da poesia na vida dos seres humanos como mostra acima Afonso Romano, muitas escolas esqueceram-na, principalmente nas séries iniciais, dando mais espaços, entre aspas, para coisas mais importantes e mais sérias, como também para textos em prosa, privando os alunos dessa “experiência inigualável”

“... se o professor não se sensibilizar com o poema, dificilmente conseguirá emocionar seus alunos.”

Sabidos de que a poesia é um dos gêneros literários mais distantes da sala de aula, é preciso descobrir formas de familiarizar e de aproximar as crianças e os jovens da poesia.





Poesia: A boneca
Deixando a bola e a peteca
Com que inda há pouco brincavam,

Por causa de uma boneca,

Duas meninas brigavam.

Dizia a primeira: "É minha!"

— "É minha!" a outra gritava;
E nenhuma se continha,

Nem a boneca largava.

Quem mais sofria (coitada!)
Era a boneca.

Já tinhaToda a roupa estraçalhada,

E amarrotada a carinha.
Tanto puxaram por ela,

Que a pobre rasgou-se ao meio,
Perdendo a estopa amarela

Que lhe formava o recheio.

E, ao fim de tanta fadiga,

Voltando à bola e à peteca,

Ambas, por causa da briga,

Ficaram sem a boneca...


Faz-se necessário, antes de iniciar as atividades poéticas, preparar um ambiente adequado, principalmente nas séries iniciais, para que os alunos sintam-se a vontade para recitar e interpretar os textos poéticos.

*Logo após a leitura da poesia, eu os questionei:

Quem gostou da poesia?


Quais brinquedos aparecem na poesia?


Então os convidei para fazer uma boneca de figuras geométrica,antes mostrei-lhes o circulo, quadrado,retângulo e triângulo, neste dia trabalhei cores e formas.


A boneca do Efraim ficou assim:



Então no dia seguinte, na roda da conversa apresentei para eles um livro mágico, que contém o significado de toda palavra que a gente não conhece... O dicionário, ficaram interessadissímos, deixei que fizessem perguntas pra eu consultar o dicionário pra eles, então procurei pra eles algumas palavras do poema, "amarrotada, estopa,recheio..."

fizemos um marcador de página com papel cartão, folha de sulfite colorida e bombril para o cabelinho... ficou uma graça.

Literatura e Educação Infantil


A leitura produz sensações estéticas (prazer). Realizando simbolicamente o que leu,
o indivíduo libera seu mundo interior,organiza-se internamente, buscando conhecer-se e
vencer dificuldades.

Para ser criativo é preciso ter liberdade e saber usá-la. Cabe a nós, educadores,
encorajarmos o nosso aluno a se expressar, abrindo um espaço interior para o
estabelecimento de vínculos afetivos.

Assim, antes de propormos a leitura de um poema, por exemplo, é preciso fazer
uma leitura de nós mesmos e do mundo. Sabemos que este processo de autoconhecimento e
do conhecimento dos nossos alunos, não é um exercício fácil, pois exige uma nova atitude
de vida.

O contato com a arte literária oral, poesia, música, adereço, dramatização são
fundamentais para o estímulo à imaginação bem como para o despertar o gosto pela
literatura infantil, por isso a poesia e as histórias podem tornar-se significativas para as crianças.

quinta-feira, 26 de junho de 2008

A importâcia do Brincar na Educação Infantil

Brincar com as crianças não é perder tempo, é ganhá-lo. Se é triste ver meninos sem escola mais triste ainda é vê-los sentados enfileirados em salas sem ar, com exercícios estéreis, sem valor para a formação do homem”.

Carlos Drumonnd de Andrade


GATO E RATO

· Local (is): AM, PA, AP, MA, PI, CE, RN, PB, PE, SE, RJ, SP, PR, SC, RS, MT, DF.

· Desenvolvimento:

As crianças, de mãos dadas, formam um círculo, ficando uma dentro do círculo (rato) e outra fora ( gato).
As crianças giram e o gato pergunta às crianças:
_Seu ratinho está em casa ?
_Não, Senhor !
_A que horas ele volta ?
_Às oito horas. (ou qualquer outra)
_Que horas são ?
_Uma hora. Que horas são ?
_Duas horas.
Ao chegar a hora determinada pelo grupo, as crianças param de rodar e o gato lhes pergunta:
_Seu ratinho já chegou ?
_Sim, Senhor !
_Dão-me licença para entrar ?
_Sim Senhor !
_ Começa então a perseguição do gato ao rato que as crianças ajudam a esconder, facilitando sua entrada e a saída do círculo e dificultando a passagem do gato.
O jogo terminará quando o gato conseguir pegar o rato.
Fonte - MELLO, Alexandre Moraes de

sexta-feira, 6 de junho de 2008

http://cybelemeyer.blogspot.com/

No blog da amiga Cybele encontrei esta receita, muito legal e fácil de fazer.

Paçoca

Ingredientes:

1 quilo de amendoim torrado sem casca e sem pele
2 xícaras (chá) de açúcar
1 xícara de farinha de mandioca
1 colherinha de sal

Modo de preparar:

Misture todos os ingredientes e passe-os, aos poucos, no processador de alimentos ou no liquidificador até que se tornem um pó fino. Coloque a mistura em forminhas para moldar as paçoquinhas ou em canudinhos de papel. Pronto, agora você já pode se deliciar com essa receita simples e gostosa!

Quadrilhas

A quadrilha foi trazida para o Brasil pela Corte portuguesa e, inicialmente, era dançada apenas pela nobreza. Com o tempo, ela foi se popularizando, e a dança servia para representar o dia-a-dia dos trabalhadores da roça e os perigos e dificuldades que eles enfrentavam a caminho do trabalho. Além da quadrilha, outros tipos de dança também animam as comemorações juninas, como, por exemplo, o forró no Nordeste, o cateretê na Região Sudeste, o cururu na Região Centro-Oeste, o vaneirão no Sul e o boi-bumbá, que aquece os festejos do Norte brasileiro. E, quando falamos em dança, não podemos esquecer das cantigas que todos gostam de cantar e que alegram as festas. Essas duas são as minhas preferidas:



Pula a fogueira

Pula a fogueira, Iaiá
Pula a fogueira, Ioiô
Cuidado para não se queimar
Olha que a fogueira
Já queimou o meu amor.

Capelinha de Melão

Capelinha de Melão
É de São João,
É de cravo, é de rosa,
É de manjericão.

São João está dormindo,
Não me ouve não,
Acordai, acordai, acordai João.









Muito bacana, pesquisando sobre festa junina encontrei estes modelos que podem servir
como modelos de convites para enviar para os pais.
Esta caixinha que encontrei num blog super legal das amigas blogueiras, dá pra ser um convitinho super diferente, o enunciado da festa pode ir dobrado dentro da caixinha.

festa Junina

A Festa Junina no Brasil tem origem com os índios que realizavam rituais no dia 21 de junho, quando ocorre o solstício de inverno, o dia mais curto e noite mais longa do ano, para que a colheita fosse boa. Nas comemorações, eram acesas fogueiras, principal elemento nos festejos agrícolas, que passaram a representar o nascimento de São João.
Com a mistura das festividades dos índios e as dos portugueses, que chegaram aqui no século XV, as festas juninas foram ganhando a forma que conhecemos hoje.

quarta-feira, 30 de abril de 2008

Eu amo a Educação Infantil: Culinária na Educação Infantil

Eu amo a Educação Infantil: Culinária na Educação Infantil

Culinária na Educação Infantil

Cozinhar é uma das mais satisfatórias e populares atividades nas salas de aula.É algo que atrai o interesse das crianças, instiga a experimentação e promove a cooperação.Ensina a criança a viver independente, disponibiliza oportunidades para integração da matemática, linguagem oral e escrita, ciências sociais, higiêne, entre outros.

Trabalhamos na sala de aula a receita de um biscoitinho que foi um sucesso. Todos tocaram a massa e fizeram seus biscoitinhos, experimentaram os ingredientes e participaram com grande interesse.
Faça com sua turma:

Biscoito caipira (É uma receita ótima para trabalhar com os alunos em época de festa junina)

Ingredientes:
250 gr. de margarina
02 ovos
01 xíc. de chá de açucar
01 col. de café de fermento
600 gr. de farinha de trigo

Misture todos os ingredientes e amasse até obter uma massa homogênea, leve ao forno por uns 20 min.

domingo, 20 de abril de 2008

Dia das mães



Uma boa idéia para o dia das mães é filme com fotos, é o que eu farei com minha turma de 4 e 5 anos da educação infantil.


Tiramos várias fotos da rotina no colégio de educação infantil onde trabalho, café da manhã, roda da conversa, atividades físicas, atividades de artes, hora da leitura entre outras, peguei as fotos e fiz um filminho no movie maker, coloquei uma música muito legal da Marisa Monte (amor I love you) e o filme ficou o máximo!


Já gravei um cd pra cada mãe, é uma lembrancinha barata e que todas amarão, porque são fotos dos filhos, o filminho não é cansativo e roda no aparelho de DVD.